TEOLOGIA: EU QUERO UMA PRA VIVER!

11 jul

Image

Tenho sido questionado por conta de minhas constantes brincadeiras e “cutucões” envolvendo alguns teólogos e algumas reflexões teológicas. Frases minhas no twitter, como “Teólogo é o cara que responde perguntas que ninguém está fazendo”, repercutiram das mais diversas maneiras. Portanto, resolvi escrever um post para tirar a limpo, em linhas bem gerais e até superficiais, o que eu penso sobre a reflexão teológica.

Uma verdade introdutória é que eu sou missiólogo, e reconheço que não há missão sem teologia. Primeiro, vem o Theos; depois, a missio dei. A teologia é o conteúdo anunciado, e a preparação de quem vai. Amo e estudo a teologia, e considero a reflexão teológica extremamente necessária para que a grande comissão seja cumprida com eficácia.

O problema começa quando a teologia torna-se um destino ao invés de um caminho. Noto que alguns teólogos contemporâneos vêem que a razão de ser da igreja é fazer teologia. No entanto, sempre considerarei que a igreja existe para cumprir a grande comissão, e precisa fazê-lo com sobriedade teológica. O debate teológico não pode tornar-se um fim em si mesmo.

Portanto, amo a teologia, mas não respeito o teólogo prepotente que dá voltas em torno da lâmpada, promovendo debates sem gerar soluções práticas e transformadoras. Confesso que, embora possa sugerir preguiça ou mediocridade intelectual de minha parte, não me interesso em saber quantos cristãos contemporâneos são infra-lapsarianos ou supra-lapsarianos. Quero uma teologia para a vida, e acredito que a elaboração de algo assim seja viável. Eu acredito na teologia, e passo a esboçar em que termos eu creio nela.

Eu acredito na teologia soteriológica quando esta propõe que a salvação é pela graça, e que a graça aplica-se hoje, aqui e agora. Que o discurso em torno da eternidade não exclui a responsabilidade da igreja em interagir com o inferno que muitos vivem na Terra. Que Cristo levou sobre si o grito do pobre e oprimido, e que a missão precisa ser integral.

Eu acredito na teologia pneumatológica quando esta desperta na mãe de um viciado em drogas a esperança de que o Espírito Santo pode regenerar seu filho. A teologia que prega que a trinitariedade de Deus age em definitivo na transitoriedade do pecador.

Eu acredito na teologia eclesiológica que consagra o cristão cotidiano e o envia para ministrar no mundo e ao mundo. Que faz com que uma das mais nobres verdades defendidas pelos reformadores, a saber, o sacerdócio universal do crente, seja encarnada por todos e encorajada pelos pastores e líderes, os quais não mais terão medo de “apostolicizar” (enviar) o leigo.

Eu acredito na teologia escatológica que nega o fatalismo e encoraja cristãos a cuidarem do planeta. Acredito na teologia que ensina a separar o lixo, que renova, recicla e re-planta, ao invés de propor que se espere pavorosamente pelo milênio.

Eu acredito na demonologia que se preocupa mais com o inimigo da família e dos relacionamentos, do que em listar os nomes das pombagiras e tranca-ruas que circulam pelas esquinas.

Eu acredito na teologia hamartiológica quando esta aponta que o ato de ocultar algo na declaração do imposto de renda é tão pecaminoso quanto cometer adultério. Apesar disso, creio que a igreja precisa entender que, de fato, não há distinção entre “pecadinho” e “pecadão”, como aprendi na Escola Bíblica Infantil; mas que há “conseqüênciazinhas” e “conseqüênciazonas” em todos os atos dos homens.

Eu acredito na teologia cristológica quando esta é a mais enaltecida dentre todas as áreas de estudo da teologia. Acredito que Cristo é o modelo, o assunto, o centro de tudo. Para Ele, todas as verdades apontam.

Portanto, Cristo é o tema. Ele não se entregou para ser simplesmente debatido ou compreendido, mas para revelar-se aos pecadores através do humilde testemunho de outros pecadores. Como eu e você. Acredito na teologia da gente.

Concluindo: não sei muito de teologia, como você pode perceber. Nem sei tanto sobre Jesus, o maior dos temas teológicos. Mas sei o suficiente para repetir o que outro pecador já disse, antes de mim, na própria Bíblia: “Uma coisa sei: eu era cego e agora vejo!” (João 9:25).

Mário Freitas é um ex-futuro-fracassado teólogo. 

Anúncios

10 Respostas to “TEOLOGIA: EU QUERO UMA PRA VIVER!”

  1. PAULO DE OLIVEIRA CESAR julho 11, 2012 às 4:55 am #

    MÁRIO, SOU UM COM VOCÊ! ACRESCENTO UM POUCO MAIS – PENSO QUE NA ETIMOLOGIA DA PALAVRA TEOLOGIA HÁ UM CONTRAPONTO FUNDAMENTAL –
    DEUS NÃO TEORIZA, NÓS É QUE CRIAMOS UMA FACETA DETURPADA DELE –
    NÃO HÁ UM DEUS DE PROPOSTAS TEÓRICAS – ELE É O EMANUEL – ELE SE FAZ PRESENTE, AGE, MODIFICA, TRABALHA, CORRIGE, CASTIGA, AMA, PREGA, VIVE, MORRE, RESSUSCITA – É UM DEUS, ESSENCIALMENTE, DE AÇÃO, DENTRO DA HISTORIA DO HOMEM E DE SUA PERSPECTIVA SALVÍFICA PARA O HOMEM MORTO –
    O HOMEM AFASTADO DE DEUS.

  2. Pr. Arnildo KLumb julho 11, 2012 às 1:52 pm #

    Gostei. Deus o abençoe “figura” heheheh…

  3. RICARDO SANTOS julho 11, 2012 às 3:17 pm #

    A MELHOR TEOLOGIA E A QUE TE FAZ ENCHERGAR KKKKK EU ERA CEGO POIS AGORA VEJO PR RICARDO SANTOS JAU PROFESSOR DA FAETAAD E PROFESSOR DA ETAD E PROFESSOR DO ITEB BACHAREL EM TEOLOGIA E ESTUDANDO MESTRADO UM ABRAÇO AMIGO KKKKKKKKKKKKKK

  4. Fábio Ribeiro julho 11, 2012 às 8:25 pm #

    Marião amo também teologia de missões, nesta encontrei sentido para todas outras. No entanto acredito não precisarmos de uma nova teologia a não ser a mesma na qual os reformadores deram suas vidas (Graça), precisamos é de coragem, sangue no olho pra denunciar a corrupção interna e externa, sem medo de cortes, censuras, demissão sem justa causa, perseguição do clero local ou do clero demoníaco da cambada da IURD e suas descendências de pseudo evangélicos.
    Precisamos é de púlpitos mais éticos e menos moralistas, precisamos de pregadores que não tenham o grosso do rabo preso com confrarias internas em troca de R$ 40 reais por aula a ser dada em um escola, que dizem ser escola de profestas ( é rsrsrs é de rir) .
    Precisamos de orações mais singelas e verdadeiras do que retórica espiritual e que não convence mais ninguém, precisamos de um líder ético mesmo que não seja evangélico, mas seja Servo na Mão de Deus como Ciro foi.
    O que temos são figurões espiritualistas que dizem o que não ouviram, e disputam espaço na tv para um povo ignorante e sem conhecimento teológico algum, que não discente uma mão da outra.
    Demais tá tudo uma grande M, neste nosso país. Evangélico residem sobre palafitas sendo suas fezes vizinha companheira inseparável durante toda a vida, comem fuban, farinha com água nas refeições e acreditam estar roubando de Deus quando não deixam seus dízimos e ofertas para este bando de ladrão e que ninguém tem coragem de denunciar….consertando; Pr.Caio Fábio identificou isso a 25 anos atrás, tentou mobilizar nossa gente contra este bando de ladrão e ficou sozinho.

    Fábio Ribeiro

  5. Márcio Silas julho 12, 2012 às 2:39 pm #

    Meu nobre muito bom o Post e somente acrescento isso a Teologia é uma doméstica da fé ela deve ser uma serva a conduzir o leigo a uma fé sadia e não o contrário se esta se encastela na racionalidade engessada de paradigmas humanos em vez de cooperar no crescimento e amadurecimento do leigo em verdade esta prestando um desserviço a fé. Que Deus continue abençoando sua lida e que iluminados e profícuos textos brotem de suas reflexões para abençoar outras vidas, um abraço.
    SOLI DEO GLORIA NUNC ET SEMPER

  6. Jorge Pina julho 13, 2012 às 5:54 am #

    Grande Pastor Mario Freitas, suas palavras narram o coração de um homem que saiu do livro para a prática. Enquanto muitos ainda se fazem obcecados por títulos, deixe-me fazer entender melhor aqui, digo, que buscam uma excelência na condução do pensamento teológico e que acreditam que nessa condição poderão conduzir a vida perdida para os braços do Pai. Eu gosto de lembrar que quando temos um Mohammed no Sudão abraçado a palavras que lhe dão vida além da própria visão, apenas na crença que brota diariamente em seu coração, podemos afirmar categoricamente que hoje qualquer palavra lançada para fora de um coração vazio e apenas cheio de letras, que a vida só tem sentido quando vemos a fé na pratica e não a verbalização da fé.Essa palavra marca bem seu sentimento e me conduz a sua visão:
    Tito 3:4-8
    4 – Mas quando apareceu a benignidade e amor de Deus, nosso Salvador, para com os homens,
    5 – Não pelas obras de justiça que houvéssemos feito, mas segundo a sua misericórdia, nos salvou pela lavagem da regeneração e da renovação do Espírito Santo,
    6 – Que abundantemente ele derramou sobre nós por Jesus Cristo nosso Salvador;
    7 – Para que, sendo justificados pela sua graça, sejamos feitos herdeiros segundo a esperança da vida eterna.
    8 – Fiel é a palavra, e isto quero que deveras afirmes, para que os que crêem em Deus procurem aplicar-se às boas obras; estas coisas são boas e proveitosas aos homens.

    A palavra tem que gerar vida e prática, para a que a prática da vida gere mais vida na prática, ta falado e escrito.

    To contigo e não abro Pr. Mario. Deus te abençoe ricamente na fé que pratica vida.
    Um grande abraço.
    Jorge Pina

  7. Rosana Laura julho 13, 2012 às 3:51 pm #

    Muito bom! Precisamos de mais pessoas esclarecidas, muitas vezes as opiniões são meros discursos. Parabéns.

  8. Gidiel Câmara julho 14, 2012 às 1:35 pm #

    Para mim, vc é um teólogo…
    Pode não ser segundo o padrão da teologia que responde a perguntas que não estão sendo feitas e não responde aos questionamentos que gritam nas ruas, praças e almas.
    Abraço largo.

  9. Christian julho 31, 2012 às 7:45 pm #

    Adorei Mario, sigo estudando e me orientando para me capacitar cada vez mais para cumprir minha missão. Absss

Trackbacks/Pingbacks

  1. Teologia: eu quero uma pra viver! - julho 13, 2012

    […] vejo!” (João 9:25). Mário Freitas é um ex-futuro-fracassado teólogo. *** Direto do Blog Fé Ativa. Divulgação: Púlpito Cristão. Vi […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: