Ensaio sobre a Tragédia

15 ago

“Naquela ocasião, alguns dos que estavam presentes contaram a Jesus que Pilatos misturara o sangue de alguns galileus com os sacrifícios deles. Jesus respondeu: “Vocês pensam que esses galileus eram mais pecadores que todos os outros, por terem sofrido dessa maneira? Eu lhes digo que não! Mas se não se arrependerem, todos vocês também perecerão. Ou vocês pensam que aqueles dezoito que morreram, quando caiu sobre eles a torre de Siloé, eram mais culpados do que todos os outros habitantes de Jerusalém? Eu lhes digo que não! Mas se não se arrependerem, todos vocês também perecerão”.
(Lucas 13:1-5)

Jesus é confrontado acerca de uma chacina. Pilatos mandara matar brutalmente um grupo de galileus. Com crueldade semelhante à dos tiranos nazistas, dos ditadores socialistas, ou dos racistas da Ku Klux Klan. Cruel também parece ser a natureza, ao proporcionar terremotos covardes e chuvas descompensadas. Alguns chegam a culpar Deus pela atrocidade dos atentados terroristas e dos desastres naturais.
Já naquele tempo, os que andavam com Jesus queriam explicações acerca da calamidade. Queriam entender. Sua alma ansiava por respostas. Jesus, porém, não perde tempo com isso. Ele prefere considerar que todos perecerão enquanto estiverem sem Deus. Ou seja, há algo mais trágico que morrer num atentado, num terremoto ou num deslizamento. É morrer sem Deus.
O papel da igreja não é buscar explicações teológicas para o inexplicável. Tenho visto as catástrofes e não tenho respostas. Mas preciso ter? O que preciso mesmo como igreja é estar pronto para servir os que sofrem, e proclamar o Reino de Deus, transformando tais crises em oportunidades.

* Por Mário Freitas

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: